segunda-feira, 19 de abril de 2010

Falar e Fazer São Coisas Bem Diferentes

Existe uma diferença absurda entre falar e fazer. Falar é a coisa mais fácil do universo. Todo mundo fala, eu falo, você fala. Mas conseguir fazer o que se fala é uma das coisas mais difíceis que tem. Quantas vezes você já se convenceu de que faria algo e não fez? Quando vezes você já achou que estava fazendo algo e alguém te contou que você não estava? Você falava, mas não fazia. Imagine as coisas que não te falaram ainda.

Não é incomum nós falarmos que fazemos algo ou que vamos fazer algo e não demora nem um dia até fazermos exatamente o contrário. Ter força de vontade para manter o compromisso ou a posição assumida, no dia a dia, a cada momento, a cada minuto, não é fácil. Vejam os politicos do Brasil, que são uma parcela representativa da população.

Mesmo quando ficamos orgulhosos de fazer o que falamos, é difícil se manter fazendo. Daí vem o meu post sobre o exemplo. O exemplo é importante porque ninguém mais acredita nas palavras. Palavras não valem nada no mundo. Por isso existem contratos e outros mecânismos de garantia.

E para melhorar? Bom, se você ainda faz o que não fala, ou fala o que não faz, apenas tente-se lembrar o máximo de vezes possível que você não está fazendo o que gostaria de estar fazendo. Por mais eu cometa os mais diversos erros, eu tento não tirar da minha cabeça que fiz errado para fazer certo da próxima vez. Quando deixo esse pensamento ir embora, bom, aí eu acabo fazendo errado novamente.

Faz parte do processo.