sábado, 24 de dezembro de 2011

Sendo Diferente

Quando todo mundo vai para um lado e você escolhe o outro, depois de um tempo, um dos pensamentos certamente será: Será que eu estou errado? Provavelmente estou errado. Quais são as chances de se estar certo fazendo quase tudo diferente dos outros? O sentimento de solidão é inevitável, por outro lado, um caminho conhecido te leva necessariamente aonde alguém já esteve.

Pegando uma trilha alternativa você experimenta sensações e emoções pelas quais as outras pessoas não estão passando, logo, não tem com quem falar, nem tem o que falar. É um caminho diferente, é difícil explicar. Quanto mais longe você vai, mais difícil fica se comunicar e aí você precisa se centrar, ter atenção para não perder a direção. Sua mente pode falhar na imensidão e no isolamento.

Até onde vale a pena fazer diferente e se afastar dos outros? O afastamento é inevitável. Você vive outro mundo, outra realidade, pensa em outras coisas. Isso torna os pontos de contato muito pequenos e simplesmente te afasta.

Até onde ir depende do quanto sua vida te agrada sendo dessa forma. As vezes te dá motivo para ficar feliz, as vezes, para ficar triste, mas quanto de cada um? Depende também de como você entende sua vida ou suas vidas e de quanto você olha para vida dos outros. Isso faz muita diferença.