quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Como você trata as outras pessoas?

Porque fazer maldade a outra pessoa? O que você ganha com isso? Qual é o sentido da vingança? Nada mais do que a satisfação pessoal. E o que eu quero falar aqui é sobre isso, sem levar em conta alguns aspectos religiosos ou metafísicos.

Quando você se vinga de alguém ou deliberadamente faz uma mau a uma pessoa, você mesmo se sente estressado e depois, um pouco satisfeito, mas não percebe o quanto isso pode te afetar.

Perceba que fazendo mal a outro, você só o está deixando frustrado, irritado, sem paciência e existe uma chance absurda dele descontar em alguém. Esse alguém pode ser uma pessoa do trabalho, da família, ou um desconhecido na rua. E essas pessoas ficarão irritadas e muito provavelmente farão o mesmo.

Sem contar que a pessoa maltratada, com certeza, vai querer devolver isso para você. São raras as pessoas que aceitam uma vingança tendo a consciência de que fizeram o mau e dão o assunto por encerrado. No geral, o ciclo permanece por um bom tempo.

Existe uma teoria que diz que qualquer pessoa, consegue fazer um elo de conhecidos e através do terceiro elo, chegar ao presidente ou qualquer pessoa importante. Senda a pessoa importante o quarto passo. Isso deve ser veerdade para relacionamentos entre pessoas. Então, penso que existe grande chance da pessoa que você irritou e maltratou conhecer alguém que te conhece, ou que conhece alguém que você conhece.

Mesmo que ela não conheça, ainda existe a chance de ela irritar ou maltratar alguém que ela não conhece, mas você conhece, ou que conhece alguém que você conhece. Certo?

Você não vê que fazendo mau aos outros, está, na verdade, em última instância, fazendo mau a você mesmo? As chances disso voltar não são tão pequenas assim. Isso porque eu nem apelei para coisas extra-físicas.

Da mesma forma, quando você faz o bem para alguém, essa pessoa se sente bem e mais disposta a ajudar não só você, como aos outros também. Não seria melhor se nós vivessemos em um local onde as pessoas se ajudam? Você mesmo pode precisar dessa ajuda e uma pessoa frustrada, vai simplesmente ignorar.

Pense nisso, não é difícil de compreender. Mude sua atitude para com os outros e muito provavelmente, eles irão mudar a atitude deles para com os outros também.

Faça a experiência. Cumprimente seu desafeto quando chegar ao trabalho por alguns dias e veja se ele não vai cumprimentá-lo depois de alguns dias. Acredite, eu testei e funciona.