domingo, 20 de junho de 2010

Força De Vontade

Eu definiria Força de Vontade como a capacidade de uma pessoa em se manter fazendo algo que não é agradável para ela ou de grande dificuldade. Quanto maior a sua determinação em conseguir algo que deseja, mesmo que o trabalho seja árduo, maior a sua força de vontade, certo?

Saber usar a sua força de vontade a seu favor faz toda diferença na vida e digo isso baseado em exemplos da minha família. Alguns não utilizaram esse recurso, outros utilizaram muito bem até determinanda época e depois passaram a usar contra sí mesmos.

A tendência natural do corpo humano é se recuperar, regenerar. Ele faz isso automaticamente. Tanto física como mentalmente e nós temos a força de impedir essa recuperação.

Poucas sensações são melhores do que uma conquista sua, que você sabe que foi graças a sua determinação, que você sabe que não desistiu quando sentiu a dificuldade e a vontade de largar tudo era grande. Você usou sua força de vontade e alcançou o objetivo. Lá no fundo você sente aquela sensação de dever cumprido.

Mas tem muita gente que passa o tempo usando essa determinação para piorar a própria vida. Usa a força de vontade para se manter pensando nos problemas. Sempre que começa a se recuperar, ou tem a chance de fazer algo para melhorar, usa esse dom de forma errada, para colocar mais um problema na cabeça, ou trazer algo ruim de volta. Ou revivem situações ruins, ou criam desconfianças inexistentes, ou veem coisas onde não existem. Ou simplesmente imaginam situações hipotéticas e absurdas para justificar para sí mesmo a sua resistência em se recuperar.

O organismo quer se recuperar, ele quer sair de casa, ele quer viver uma situação melhor, mas a pessoa faz de tudo e luta para não deixar, as vezes você tenta ajudar, mas a pessoa insiste de todas as formas possíveis. Até a queda de um meteoro em cima de um avião passa a ser uma possibilidade real. O indivíduo passa a acreditar nisso e é necessário muita determinação para se manter assim. Uma hora a pessoa consegue seu objetivo. Os outros param de se preocupar e deixam essa pessoa lá, sozinha, achando o que ela quiser achar.

Na minha família tem inumeros casos desses e eu queria tanto que essas pessoas deixassem o organismo fazer a parte dele. Para quê usar sua força para atrapalhar a recuperação natural? Não parece ter justificativa nenhuma, mas elas continuam fazendo, dia após dia, segundo após segundo.

Quando eu era pequeno, era fácil pensar sempre em coisas boas, eu nem me preocupava. Quando fiquei mais velho, fui sendo contaminado com isso e hoje eu sei o quanto é difícil se manter pensando em coisas boas, eu sei o quanto eu e as pessoas fazemos para impedir a recuperação da mente e do corpor quando algo ruim acontece.

No final, não vai estar a sensação de conquista pela determinação, porque esse tipo de atitude não trás benefícios a ninguém, mas as pessoas insistem em se manter dessa forma. Eu gostaria muito de entender.