terça-feira, 24 de maio de 2011

Não Justifique Suas Ações Com Ações dos Outros

Não é incomum justificarmos nossas ações com as ações dos outros. Eu fiz isso porque ele fez aquilo. Ou então. Não tem como eu fazer diferente, veja o que ele fez.

É comum gritarmos quando alguém insiste no erro repetidamente. As vezes gritamos para ver se o outro lado ouve, porque não ouviu em 100 tentativas, talvez ouça se for falado mais alto, mas o normal é gritarmos simplesmente porque estamos irritados, mesmo quando o outro lado não grita. Gritamos e batemos até quando estamos errados, só porque achamos que estamos certos.

A atitude é sua, a decisão é sua. A ação é sua. Você fez porque quis fazer. Fez porque decidiu assim. A decisão é sua, somente sua e de mais ninguém. Cada um escolhe como reage a cada momento da vida.

As vezes reagimos automaticamente, sem pensar e seguimos o padrão da sociedade, mas a escolha é nossa. O fato de ser comum que todos façam isso não singifica que é o correto a se fazer, nem significa que você tenha que fazer.

Você tem escolha. Por mais que parece não ter. São raras as situações onde só temos uma coisa a fazer e essa cosia é a gressão física, verbal ou moral.